Cruzes Canhoto!
Cruzem-se connosco em cruzescanhoto@mail.pt
2/11/2004

TRAGÉDIA RUSSA - Estou ligeiramente surpreendido por o russófilo mais mediático da blogolândia não ter falado nisto, mas também é certo que a própria morte ainda não é o género de coisas que se anotem no diário ("Hoje morri. À tarde fui nadar."). Ontem, em 1837, morria Alexander Pushkin com 38 anos incompletos. Pushkin foi um dos maiores escritores russos, mas em vez da vida queria falar da sua morte. Aos 30 anos Pushkin estava no auge da sua fama e do seu talento, escrevendo a maior obra-prima da literatura russa, Eugénio Onegin, e Boris Godunov. Após uma juventude contestatária, o seu talento abrira-lhe as portas do palácio do Czar e permitia tornar-se funcionário da Corte. Contudo, o escritor conhecera e apaixonara-se por Natalya Nikolayevna Goncharova, uma das mais belas raparigas da corte, com 16 anos, e casou-se com ela. Mas o casamento não correu bem. Natalya passava todo o tempo em festas e eventos sociais, seriamente arruinando as finanças e a produção criativa de Pushkin, que ficou seriamente endividado. Mas o pior ainda viria na forma de um belo e garboso oficial de cavalaria francês. O Barão Georges d'Anthès era um mercenário ao serviço da cavalaria do Czar, filho adoptivo do embaixador holandês em São Petersburgo e, diz-se, seu amante. Sempre impecavelmente vestido segundo o último corte e com idade próxima de Natalya, rapidamente se tornou íntimo desta, partilhando ambos longos passeios solitários e conversas ao ouvido. Cedo correram rumores escandalosos sobre os dois, com Pushkin a ser jocosamente chamado de "Otelo", devido à sua ascendência africana. Meses depois, d'Anthés casaria com a irmã de Natalya, tornando-se assim cunhado do escritor. Mas nem isso foi suficiente para calar os boatos e, uma bela manhã, Pushkin receberia uma carta informando-o que era agora membro emérito da "Sereníssima Ordem dos Cornudos". Era demais! Pushkin desafiaria o cunhado para um duelo à pistola. Já na altura os duelos eram ilegais e era certo que o sobrevivente cairia em desgraça, mas não havia outra forma de lavar a honra da esposa. Foi a 8 de Fevereiro, ao pôr-do-sol, num pequeno bosque junto ao Neva que os dois rivais e parentes se defrontariam. Pushkin ainda conseguiu disparar e ferir ligeiramente o cunhado, mas foi o mais lento e o menos certeiro dos dois. Dois dias depois morreria. D'Anthés, diz-se, salvou-se graças ao belo uniforme de oficial de cavalaria, que desviou a bala. O mesmo uniforme com que teria seduzido Natalya.

Comments:


Ouem?

Blogue lusografo de comentario opinativo, irreverente, destrutivo e nao registado na SPA.



Arquivos

Arquivo
Página


Weboteca

Alertnet
Alternet
Arts & Letters
American Prospect
The Atlantic
Auto da Fe
BBC
Boston Globe
Courrier International
Granta
The Guardian
Harpers
Indymedia
Magazine Litteraire
Metamute
New Left Review
New Yorker
News Google
News Yahoo
NY Review of Books
The New York Times
Political Theory
Salon
Slate
Science & Technology
Wired
World Press


Blogoteca

Homage to Catalonia, G. Orwell
Folies Simultanees, J. Lacan
Historia do Estabelecimento da Inquisicao..., A. Herculano
Dieser Friede, T. Mann
Pentesileia, H. Kleist
Les Demoiselles D'Avignon, W. Rubin
O livro de Cesario Verde
Antropologia Estrutural, C. Levi-Strauss
Naked Lunch, W. S. Burroughs
O Fim da Aventura, G. Greene
The soul of man under socialism, O. Wilde
Quadrado
O Aleph, J. L. Borges
Diplomacy, H. Kissinger
A cor do tempo quando foge, B.S. Santos
A minha vida, Lou-Andreas Salome
Gengangere, H. Ibsen
Against the current, I. Berlin
Conversas de Cafe
Piano Magico, E. A. Cebolo
RootsWorld
De direita
Bouvard et Pecuchet, G. Flaubert
Tom Gordon, S. King
Haiku Handbook,W.J. Higginson
How to read a film, J. Monaco
Why Socialism?. A. Einstein
Minha vida, Suzana Flag
Os prazeres de Alfredo Saramago
Three men on a boat, J. K. Jerome
Livro de Estilo
A Murraca, C. Castelo Branco
Constitution of Liberty, F. Hayek
Mil Folhas
Wealth of Nations, A. Smith
A alma nao e pequena, v. h. mae e j. reis-sa¡
Zona Non
Planning for freedom. L. Mises
O canto e as armas, M. Alegre
Tale of a Tube, J. Swift
75 years of the Oscar, R. Osbourne
Mensagem, F. Pessoa
O General no seu labirinto, G.G. Marques
E pasta e basta!, M.L. Goucha
Ferida Amavel, E. Goncalves
Sobre os espelhos, U. Eco
Ate na prisao fui roubado!, A. Agostinho
Arcos e Pérgulas
Nocturnos, T. Waits
Illuminati, R. A. Wilson
No Reino da Dinamarca, A. O'Neill
Curso de Portugues, A. Areal
Lux
Alcorao
Miss Julie, A. Strindberg
Super Flumina Babylonis, Jorge de Sena
Dies Irae, P.K. Dick
Clio, Herodoto
A cultural history of menstruation, J. Delaney
Tudo o que se passa...,
O Fisico Prodigioso, J Sena
Analog
As melhores historias de gatos
Treason, Ann Coulter A condicao das classes trabalhadoras, F. Engels
Livro do profeta Isai­as




In Association with Amazon.co.uk